Me and She in Africa with a Blue Tucano

Eu e Ela na Savana com a Concha e o Tucano Zé Lazuli


|Eu e Ela em África com o tucano Zé Lazuli|

Faz de conta que estavamos na Savana em África. Ela era a Francisca, uma veterinária e fotografa. muito conhecida entre as pessoas que gostam muito de animais e que compram a National Geographic. Eu era a mãe (e sou!), sua  sempre companheira e assistente! Connosco, estava a patuda Concha a farejadora de perigos escondidos sempre pronta a dar o alerta..

É que a Francisca e a Concha comunicam entre elas através de sons e às vezes até só com o olhar. O problema é que a Concha, é muiiiiiiito distraída e às vezes perde-se no caminho. Basta que enquanto esteja a farejar apareça uma borboleta ou um ratito para ela os seguir curiosa até se perder de vista. Aí é a confusão total como podem imaginar! O truque? Um assobio que só a Francisca sabe fazer, e que só a Concha consegue ouvir...não me perguntem como...coisas d'elas!!

Quando chegamos ao Quénia, a Francisca já tinha tudo planeado ia tirar umas fotos aos leões que agora tinham crias novas e logo de seguida iamos até ao refugio de Elefantes para poder ajudar no tratamento de alguns que estavam feridos por terem fugido de caçadores furtivos!

Carregei a sua mala encarnada para cima do jipe que nos esperava. Esta mala é muito especial, está carregadinha de tudo o que é preciso para um veterinário assistir a um animal doente ou ferido, mas tem também muito amor e uns pózinhos especiais! Pózinhos que a Francisca recebeu numa das suas inúmeras aventuras por uma feiticeiro nas montanhas no Quirguistão, na Ásia central. A mim parece-me areia, mas Ela garante que são mágicas. A verdade é que os animais recuperam quase sempre muito rápidamente. Ela diz, e Eu acredito.

Depois de tudo feito, o jipe equipado com a mala encarnada e todos os mantimentos necessários para a viagem seguimos em direcção à Savana. Tudo corria bem, o sol batia-nos na cara e o vento fazia voar os nossos cabelos (não se preocupem tinhamos muito protector solar e chapéu!!). A Concha tinha os olhos cerrados enquanto saboreava o vento que batia-lhe no focinho e fazia mostrar os dentes de cada vez que o vento  soprava-lhe nos lábios...parecia um paraíso! Era o paraíso, a população local ia-nos acenando adeus por onde quer que  passavamos: -Como adoro estar de volta mãe!- Disse a Francisca feliz.

Derrepente, um som estranho parecia vir da parte de trás do jipe. 'TUM TUM TUM!' Cada vez mais insistente, o som continuava! : - Francisca! Estás a ouvir?! -Perguntei alarmada. - Vou parar para investigar! - Disse e saiu dirigindo-se para a traseira do jipe, onde esperou para ouvir de novo quando de imediato ouviu-se de novo 'TUM TUM TUM!'.   Agil abriu rapidamente uma das malas, saindo de imediato um Tucano Azul como o lápis lázuli. Lindo, atrapalhado e veloz!

Espantadas, gritamos ao mesmo tempo: -UM TUCANO EM AFRICA?!! AZUL??' - Voava à nossa volta tão rapidamente que Concha subiu para cima do jipe e começou a rosrnar ferozmente. Eu e Ela, corriamos às voltas até que embatemos uma na outra e caimos na terra. Do chão olhamos em volta. 

Estavamos já na Savana! Em frente estava um jovem leão majestoso e muito vaidoso. Mais adiante uma Chita preguiçosa, alongava-se numa árvore e logo em cima desta árvore bem mais calmo estava o Tucano.

A Francisca pegou na câmera fotográfica para registar o momento. Eu estava muito preocupada e muito medrosa! Quando derrepente, o Tucano azul começa a emitir sons que  mais pareciam palavras:
-Oi Pessoas!! - Repetiu, - Oi Pessoas?! Ouvis-te mãe?' - A Francisca virou-se para ver se eu respondia, mas era tarde demais estava desmaiada no chão tal foi o meu susto. Quando acordei, Pensei estar a sonhar: a Francisca estava a tirar fotos do leão e da chita enquanto falava com o Tucano azul. Sim, voltei a desmaiar.

Depois de umas quantas tentativas para me manter acoradada, estava pronta para uma explicação. Aparentemente o Tucano havia-nos seguido na nossa aventura no Brasil. Também aventureiro, sonhava viajar e conhecer o mundo além Amazónia. Foi então que salttou para a mochila da Francisca tendo todo o caminho roubado alguma da comida da Concha e sobrevivido às escondidas e em silêncio. 

Era um tucano mágico, porque nasceu no outro lado de um arco-iris, onde dizem que há também tesouros escondidos. No outro lado do arco-iris onde ganhou além da cor azul igual a uma pedra lápis lazuli, o dom da palavra. No seu sotaque Brasileiro, a língua Portuguesa é de um primor da literatura do mais alto nível. É um Tucano que fala muito eloquentemente!

-Sabem minhas caras amigas, adorei vos conhecer! Acho que fazemos uma equipe incrivel! Se essa quatro patas aí, vai para todo o lado, eu também quero! Pelo menos eu serei últil!- Disse arrogante e vaidoso. A Concha percebeu e rosnou de cima do jipe. -Hey! A Concha é muito últil - disse a Francisca a defender a sua companheirinha. -Mas agora tu também fazes parte da nossa equipa! Vou chama-ter Zé, como o meu avô e Lazuli porque me fazes lembrar a pedra Lazuli! Bem vindo!

Eu? Eu desmaiei de novo!

© Copyright 2014 - 2015 por Amniótico - Todos os direitos reservados (Texto Sónia e Ilustração Francisca)


Sónia Pereira de Figueiredo

Sónia is the founder and writer of Amniotico- Parenting, Travel and Tales. She began this blog in 2005 with two posts about parenting, the year she had daughter Francisca. Then life happened. Now since 2014 with a whole new focus on Parenting and Travel. Sonia is also an international Human Rights and Elections expert and as such has worked with the United Nations and European Union in many parts of the globe, including conflict and war torn countries while being a single mom!

No comments:

Post a Comment